Notícias » Paulo Freire

No centenário de Paulo Freire, educador recebe estátua em Universidade de Cambridge

Paulo Freire foi homenageado com uma estátua produzida pelo artista plástico Murilo Sá Toledo

Redação Publicado em 28/11/2021, às 11h58 - Atualizado às 12h01

Estátua em homenagem a Paulo Freire
Estátua em homenagem a Paulo Freire - Divulgação

Nos 100 anos que relembram o seu nascimento, o educador Paulo Freire recebeu uma bela homenagem na Universidade de Cambridge: acadêmicos conseguiram instalar uma escultura em um dos corredores da prestigiada universidade.

Instalada na última semana, a peça fora produzida em bronze pelo artista plástico Murilo Sá Toledo, sendo caracterizada pelos professores da instituição como um símbolo de ‘tolerância e diálogo’, nos tempos que vivemos marcados pela ‘guerra cultural’ na educação, como repercute O Globo.

Após os ataques que a imagem do pernambucano sofreu nos últimos anos, vale ressaltar que peça que homenageia Freire fora inaugurada diante do seminário: ‘Por que o espectro de Paulo Freire está assustando a direita brasileira?’.

Divulgação/Vídeo

 

O legado de Freire

No método revolucionário idealizado por Freire, os educadores usariam a experiência de vida dos alunos para poder construir o conhecimento.

Aproximar a aprendizagem dos fatos da rotina significava mais do que agilizar o processo de ler e escrever.

Era um estímulo pedagógico para quem antes queria distância da sala de aula, simplesmente por não se encaixar nas formalidades do ensino tradicional – ainda mais naquele início conservador da década de 1960.

“O que mais me chamava a atenção era o respeito pelo analfabeto”, diz Marcos Guerra, que foi coordenador de um projeto educacional de Freire, no documentário Alfabetização em Angicos – A Pedagogia de Paulo Freire, do Canal Futura. “O respeito à cultura do analfabeto. O respeito à linguagem do analfabeto. Na época, predominavam as cartilhas, só com a linguagem do alfabetizador.”

++Leia a nossa matéria completa que visa os 100 anos de Freire.