Notícias » Brasil

No DF, garoto de 11 anos escreve cartas denunciando abusos praticados por ex-pastor

Conforme revelado pelo pequeno nas reveladoras correspondências, os estupros teriam ocorrido durante anos

Ingredi Brunato, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 02/10/2021, às 11h00

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Divulgação/ Pixabay/ geralt

Na última sexta-feira, 1, um ex-pastor evangélico foi detido no Distrito Federal por suspeita de ter cometido violências sexuais contra uma criança de apenas 11 anos.

Segundo foi divulgado pela Polícia Civil e repercutido pelo UOL, a investigação começou depois que o menino compartilhou cartas com seus pais e com sua professora, relatando tudo o que teria lhe acontecido durante anos nas mãos do ex-pastor. 

Na mensagem, o garoto descreveu que, além dos atos dos quais era forçado a participar, o religioso também o fazia assistir filmes pornográficos com ele. Para tentar manter o silêncio da jovem vítima, o ex-pastor ainda fazia uma série de ameaças.

Os estupros recorrentes teriam tido um grande impacto na saúde mental do pequeno, induzindo-o até mesmo a atentar contra sua própria vida. Felizmente, ele sobreviveu. Ainda conforme os policiais, o ex-pastor, que não teve sua identidade divulgada, também está sendo investigado pela suspeita de ter violentado um segundo menor de idade.