Notícias » Arqueologia

No Irã, arqueólogos encontram antigos e impressionantes móveis de gesso

As mesas e cadeiras podem ter sido usadas em rituais tradicionais no passado da região

Isabela Barreiros, sob supervisão de Alana Sousa Publicado em 02/06/2021, às 14h00

Mobília antiga encontrada no Irã
Mobília antiga encontrada no Irã - Divulgação/Tehran Times

O portal Tehran Times noticiou uma descoberta impressionante na última segunda-feira, 31. Escavações arqueológicas realizadas no centro do Irã revelaram móveis feitos de gesso.

Pesquisadores da Universidade de Isfahan estavam escavando um templo de fogo que estava localizado a cerca de 10 km norte da cidade de Aran-Bidgol, na província de Isfahan. A região em questão é cercada por desertos. 

A mobília consistia em uma mesa e algumas cadeiras gravadas em gesso no interior do templo. Para os arqueólogos, é provável que o conjunto de móveis tenha sido usado durante rituais tradicionais realizados no local religioso.

Quanto à datação, a pesquisa realizada na região indicou que a descoberta remonta à Era Sassânida, que aconteceu entre os anos de 224 e 651. Como relembrou o Tehran Times, esse período foi muito importante para a civilização persa, que vivenciou inúmeros avanços principalmente na arte e na arquitetura.


Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.