Notícias » Arqueologia

No Irã, arqueólogos encontram poço repleto de artefatos antigos

Segundo os pesquisadores, esses objetos de cerâmica devem datar do século 5

Penélope Coelho Publicado em 12/06/2020, às 15h28

Fotografia do poço encontrado em Isfahan
Fotografia do poço encontrado em Isfahan - Divulgação

Durante escavações realizadas na região de Isfahan, no Irã, pesquisadores fizeram uma descoberta sem precedentes no local. Os arqueólogos encontraram um poço com aproximadamente seis metros de profundidade, que provavelmente foi construído durante o Império Sassânida, o último Império Persa pré-islâmico.

A região conhecida historicamente como monte Ashraf abriga uma boa parte da história do Irã, durante as escavações no poço que estava coberto por pedras, os pesquisadores ainda encontraram diversos artefatos conservados em bom estado.

Vasos encontrados no Irã 

 

Uma grande diversidade de vasos de cerâmica ajuda a contar a história daquele local. Segundo a reportagem publicada pelo jornal iraniano, Iran Front Page, os arqueólogos acreditam que esses objetos representam a cultura do povo que habitou essa região há muitos anos atrás.

“Os artefatos encontrados nesta área pertencem principalmente a períodos pré-islâmicos até o século 5”, afirmou Alireza Jafari-Zand, responsável pela equipe arqueológica.

A atual intenção da equipe é continuar investigando a região na tentativa de encontrar mais objetos históricos que possam ajudar a montar uma linha do tempo da antiga história do local, que hoje é conhecido como a cidade de Isfahan.