Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Iraque

No Iraque, líder do Estado Islâmico é condenado à morte

O homem foi condenado por planejar atentado ocorrido em 2021

Redação Publicado em 30/05/2022, às 14h14

Destruição provocada por ataque suicida no ano de 2005 em Bagdá - Getty Images
Destruição provocada por ataque suicida no ano de 2005 em Bagdá - Getty Images

Um líder do Estado Islâmico foi condenado à morte nesta segunda-feira, 30, no Iraque por ser o principal responsável por um duplo ataque suicida em um mercado de roupas em Bagdá. Na ocasião, 32 pessoas foram mortas e outras 110 ficaram feridas.

O fato em questão se deu em 21 de janeiro de 2021, quando um homem-bomba detonou explosivos em meio aos vendedores e outras pessoas que passavam pela Praça Tayaran. Enquanto transeuntes socorriam os feridos, um segundo homem se explodiu, provocando ainda mais mortes, conforme informou na época o Ministério do Interior.

Condenado confessou o crime

De acordo com a agência de notícias AFP, o relatório do Conselho Superior da Magistratura apontou que "o criminoso confessou pertencer ao EI" desde o ano de 2012 e que havia planejado o ataque "equipando os dois homens-bomba".

Conforme a fonte, o Iraque é um dos países que mais condenam pessoas à morte no mundo, ocupando a quarta posição. Essas condenações,segundo a fonte, são aplicadas em casos de terrorismo e homicídio voluntário.