Notícias » Reino Unido

No Reino Unido, primatas são flagrados com motosserras e facas em safári

A situação causou pânico entre funcionários e visitantes, que dividem opiniões sobre como os macacos conseguiram as armas

Alana Sousa Publicado em 27/07/2020, às 13h30

Babuínos do safári ao lado de uma van
Babuínos do safári ao lado de uma van - Divulgação/Liverpool Echo

Uma situação bizarra — e assustadora — atraiu as atenções para o Knowsley Safari Park, um safári localizado na Inglaterra. Após ser reaberto em junho, com a flexibilização do isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus, turistas voltaram a visitar o parque e uma tensão foi causada na ala dos primatas. A informação foi divulgada pelo jornal The Mirror.

Babuínos que vivem no local foram encontrados com chaves de fendas, motosserras e facas, ameaçando a segurança dos funcionários e turistas. Um debate sobre como os macacos conseguiram os equipamentos está sendo travado.

Enquanto os funcionários locais afirmam que os objetos foram dados pelos humanos aos animais, como uma forma de brincadeira, outra tese considera a chance dos primatas terem roubado os itens. O safári redigiu uma declaração, negando que seria uma forma de ataque dos bichos.

“Acreditamos que algumas dessas histórias têm crescido de forma exagerada conforme são repassadas para que os objetos que às vezes são encontrados com os animais pareçam mais inacreditáveis”, diz trecho da declaração.

Trabalhadores do Knowsley Safari Park disseram ao jornal que encontraram carros riscados, e se dividem em uma opinião sólida sobre os ataques. Além disso, um deles chegou a alegar que viu um dos babuínos com uma serra elétrica.