Notícias » Brasil

No Rio de Janeiro, famílias consomem sobras de carne que iriam para o lixo

Os restos são descartados pelos supermercados e se tornam alimento entre os que não tem mais condição de comprar proteína

Ingredi Brunato, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 02/10/2021, às 09h00

Imagem meramente ilustrativa de carne
Imagem meramente ilustrativa de carne - Divulgação/ Pixabay/ RitaE

Na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro, a pobreza e a necessidade estão fazendo com que a população recorra à restos de osso e pele de boi para que sua alimentação conte com pelo menos um pouco de carne

Segundo repercutido pela Isto É na última quarta-feira, 29, os complementos de proteína são doados aos moradores da região por um caminhão que os recolhe nos supermercados.

Normalmente, os resíduos iriam para o lixo, mas em meio ao desespero causado pela crise econômica e a inflação, até as sobras são melhores do que nada e, toda quarta e quinta-feiras, quando o veículo vem, uma fila de pessoas se forma para procurar os melhores pedaços. 

A gente limpa e separa o resto de carne. Com o osso, fazemos sopa, colocamos no arroz, no feijão… Depois de fritar, guardamos a gordura e usamos para fazer a comida”, contou Vanessa Avelino de Souza, de 48 anos, que atualmente está desempregada, também conforme o veículo.