Notícias » Curiosidades

Nobel de Literatura é concedido à poeta americana Louise Glück

A ação também foi vista pela comunidade como um ato de pacificação após eventos conturbados dos anos anteriores na categoria

Giovanna de Matteo Publicado em 08/10/2020, às 12h15

Ilustração de Niklas Elmehed para o Prêmio Nobel de Literatura 2020
Ilustração de Niklas Elmehed para o Prêmio Nobel de Literatura 2020 - Divulgação / Twitter / NobelPrize

A Academia Sueca anunciou nesta quinta-feira, 8, a vencedora do Nobel de Literatura de 2020. O prêmio caiu nas mãos da poeta americana Louise Glück. A escolha chocou o público por ser um nome pouco cotado nas apostas.

A escritora tem 77 anos e é professora da Universidade de Yale, nos Estados Unidos. Ela já venceu outros prêmios em seu país, como o Pulitzer e a Medalha Nacional de Humanidades. A decisão foi justificada pelo júri, “por sua inconfundível voz poética que com austera beleza torna universal a existência individual”.

A ação também foi vista pela comunidade como um ato de pacificação após eventos conturbados que a premiação passou nos anos anteriores. Em 2017, um escândalo sexual abalou as bases do comitê, que cancelou a entrega do prêmio no ano seguinte.

A Academia Sueca, fundada há 232 anos pelo rei da Suécia, é responsável por determinar o vencedor do Nobel de literatura desde 1901. Dos 116 ganhadores até hoje, apenas 16 foram mulheres, sendo apenas uma delas negra, a americana Toni Morrison. O eurocentrismo também se escancara nessa categoria, sendo a maioria dos vencedores da última década europeus.