Notícias » EUA

Nomeado por Trump, juiz suspende vacinação obrigatória nos EUA

A medida deveria entrar em vigor na próxima semana

Redação Publicado em 01/12/2021, às 13h45

Profissional de saúde vacina paciente
Profissional de saúde vacina paciente - Getty Images

Um juiz federal suspendeu, na última terça-feira, 30, a medida que tornava obrigatória a vacinação contra a covid para trabalhadores da saúde e funcionários de casas de repouso, nos EUA.

Nomeado pelo ex-presidente Donald Trumpem 2017, o magistrado Terry Doughty optou por suspender a ordem que havia sido determinada por Bidene que deveria entrar em vigor na próxima semana.

Para o juiz, a medida precisaria ser decidida pelo Congresso, e não pelo governo. "E também não está claro se uma lei do Congresso obrigando a vacinação seria constitucional", acrescentou Doughty.

Segundo informações do UOL, o juiz, na verdade, expandiu a nível nacional uma decisão que já havia sido tomada no dia anterior por um tribunal federal do Missouri em relação a 10 estados.

De acordo com o portal Our World in Data, ainda que os EUA tenham sido pioneiros no processo de vacinação contra a covid-19, somente 58% da população do país está completamente vacinada.