Notícias » Ásia

Norte-americano e suíço morrem no Everest

Os alpinistas foram as primeiras vítimas fatais do monte em 2021

Penélope Coelho Publicado em 13/05/2021, às 07h17

Fotografia do Monte Everest
Fotografia do Monte Everest - Domínio Público / Luca Galuzzi / Wikimedia Commons

De acordo com informações publicadas nesta quinta-feira, 13, pelo portal de notícias G1, ontem, 12, a agência comercial de aventura localizada no Nepal, Seven Summit Treks, confirmou a morte de dois alpinistas no Monte Everest.

Segundo revelado na publicação, tratava-se de um norte-americano e de um suíço. Os montanhistas foram as primeiras vítimas fatais registradas no Everest, na cordilheira do Himalaia, em 2021.

De acordo com a agência, o homem de origem suíça “sofreu exaustão” após atingir o cume do monte, ele não resistiu e morreu. Já o norte-americano, perdeu a visão ao chegar ao topo e teve muita dificuldade de retornar, em decorrência do cansaço.

Segundo a Seven Summit Treks, o estadunidense chegou a retornar ao acampamento, mas, faleceu logo depois. Um dos responsáveis pela empresa, Thaneshwor Guragain, afirmou que o mau tempo nos arredores do Everest, impede que os corpos das vítimas sejam recuperados para repatriação.