Notícias » Estados Unidos

Nos EUA, funcionários do Burguer King anunciam demissão em letreiro: 'Desculpem a inconveniência'

Inusitado caso, que viralizou nas redes sociais, aconteceu na cidade americana de Lincoln, no Nebraska

Fabio Previdelli Publicado em 14/07/2021, às 16h13

Letreiro onde funcionários do BK anunciaram demissão
Letreiro onde funcionários do BK anunciaram demissão - Divulgação/Redes sociais/Rachel Flores

Na última terça-feira, 13, uma situação inusitada envolvendo uma rede de fast-food nos Estados Unidos viralizou nas redes sociais. Tudo porque, segundo noticiou o G1, funcionários de uma loja do Burguer King na cidade de Lincoln, no Nebraska pediram demissão. 

Acontece que a decisão foi anunciada no letreiro do estabelecimento, que fica bem em frente à loja. Assim, todos que passassem por lá poderiam ver a seguinte mensagem.

“Todos nós nos demitimos. Desculpe a inconveniência”. 

Segundo a ex-gerente-geral da loja, Rachel Flores, que foi entrevistada pelo Today, ela e outros seis funcionários pediram as contas no final de junho e estavam de aviso prévio. Segundo conta, ela começou a trabalhar na companhia em agosto de 2020, depois que foi demitida de seu antigo emprego por conta da pandemia.  

Flores conta que já tinha experiência em trabalhar com fast-food, mas diz que se surpreendeu de uma maneira negativa por conta do comportamento da gerência e das más condições de trabalho que ela e outros funcionários sofriam. 

Um dos principais problemas, conforme relata o Today, é que Rachel e outros empregados eram sobrecarregados em suas escalas. Como trabalhavam em turnos, o ideal é que o restaurante tivesse em cinco e sete funcionários em cada um dos períodos, mas a equipe variava entre dois e três.  

Além disso, a cozinha do local não tinha ar condicionado e conforme conta Flores, alguns funcionários chegaram a passar mal pelo fato do espaço ser abafado.  

"Nós pedimos demissão porque a alta administração era uma piada e não se importava comigo ou com meus funcionários", declarou em sua rede social. 

Em resposta, o Burguer King, através de um porta-voz, alegou estar “ciente da situação” e informou que entrará em contato com o dono da loja franqueada.

Além disso, a rede disse que a loja em questão não atua com os valores nutrido por eles e afirmaram que analisarão a situação para “garantir que isso não aconteça no futuro”.