Notícias » Estados Unidos

Nos últimos 4 meses, MacKenzie Scott, ex-esposa de Jeff Bezos, doou 20 bilhões de reais

O principal alvo de sua filantropia foram associações que atuam contra a desigualdade social e que combatem as perdas geradas pela pandemia

Fabio Previdelli Publicado em 16/12/2020, às 11h09

Fotografia de MacKenzie Bezos
Fotografia de MacKenzie Bezos - Divulgação

A escritora MacKenzie Scott, ex-esposa de Jeff Bezos, fundador da Amazon, afirmou que, recentemente, doou mais de 4 bilhões de dólares — algo em torno dos R$20 bilhões —, para bancos de alimentos, fundos emergenciais e outras associações filantrópicas que combatem as perdas geradas com a pandemia de Covid-19. 

Em um texto publicado no Medium, Scott explica que a ideia surgiu em julho, logo após o resultado do balanço de suas doações realizadas em 2019 — que giraram em torno de 1,7 bilhão de dólares. Devido à valorização da Amazon este ano, MacKenzie viu sua fortuna saltar de 23 para 60 bilhões, o que a colocou na 18ª colocação das pessoas mais ricas do mundo. 

Segundo contou, ela pediu ajuda de consultores para encontrar instituições que atuassem, principalmente, com ações contra a desigualdade social, altas taxas de pobreza e que distribuíssem alimentos aos mais necessitados. Ao todo, Scott ajudou 384 entidades em todos os 50 estados dos EUA, além de Porto Rico.  

A escritora também alertou sobre a importância de grandes doações durante a pandemia, citando o fato de que os bilionários se tornaram mais ricos durante esse período, enquanto muitas pessoas entraram na linha de pobreza.