Notícias » Estados Unidos

Vídeo: Nos EUA, mulher diz ter encontrado passagens secretas na própria casa

Surpresa com a descoberta, Jaclyn Williams resolveu compartilhar o mistério no TikTok e já arrecadou milhões de visualizações

Pamela Malva Publicado em 10/05/2021, às 13h30 - Atualizado às 14h33

Imagem da passagem
Imagem da passagem - Divulgação/@j__babii/Tiktok

Há cerca de dois meses, a norte-americana Jaclyn Williams mudou-se com sua família para uma nova casa nos Estados Unidos. Enquanto explorava a construção, contudo, ela encontrou curiosas passagens secretas espalhadas por toda a propriedade.

Em uma conta no TikTok, então, a mulher de 29 anos passou a compartilhar suas descobertas na casa alugada. Nos vídeos, Jaclyn mostra pequenas portas e túneis estreitos que ela só consegue atravessar engatinhando — o que, pare os seguidores da jovem, se assemelha bastante o enredo de Coraline, filme lançado em 2009.

Com mais de 5 milhões de visualizações, a primeira publicação da norte-americana revela uma minúscula porta em um dos quartos da casa. Conectada por um pequeno corredor, ela leva para outra passagem secreta, que tem vista para um segundo cômodo.

Procurada por diversos veículos dos Estados Unidos, Jaclyn contou que foi seu marido quem “mencionou um espaço para rastejar entre o primeiro e o segundo andar". Foi assim que ela começou a explorar. "Eu nunca tinha ouvido falar disso", comentou.

@j__babii

Is this normal? ##fyp##creepy##nonono##homealone##hiddenroom##tunnel##tiktokhouse##shoe##surprise##sleeptight

♬ Oh No Oh No - Kreepi

Em outros vídeos, a mulher ainda explora uma misteriosa janela posicionada em cima da escada da casa. Uma vez aberta, a passagem revelou uma sala secreta, cheia de folhas, que, para a atual dona da propriedade alugada, leva até a garagem da construção.

Nos vídeos que publicou, Jaclyn também compartilha alguns dos objetos encontrados nas passagens secretas. Além de um tênis velho e de salgadinhos vencidos em 2016, ela ainda descobriu recibos de 2004, um distintivo da Associação de Tênis dos Estados Unidos, dezenas de tachinhas e “algumas coisas que ainda não consegui identificar”.

Segundo a própria moradora, a casa foi erguida em meados de 1959 e conta com interruptores de luz invertidos, uma sala trancada e muitos fios expostos. Dessa forma, ela deseja entrar em contato com o antigo dono da residência para saber um pouco mais sobre seu passado e sobre as curiosas passagens secretas.