Notícias » Mundo

Nostradamus e Baba Vanga previram a invasão da Ucrânia?

Francês citou uma "ameaça do Leste"; já clarividente falou sobre "A glória de Vladimir, a glória da Rússia"

Fabio Previdelli Publicado em 24/02/2022, às 13h12 - Atualizado em 01/04/2022, às 09h00

Nostradamus e Baba Vanga
Nostradamus e Baba Vanga - Sasha e GFDL via Wikimedia Commons

Em 1555, Nostradamus publicou o livro “Les Prophéties”, no qual faz 942 ‘previsões’ sobre eventos que aconteceriam no futuro.

Agora, com a  invasão da Rússia à Ucrânia, uma suposta nova previsão de Nostradamus vem à tona. Antes de mais nada, porém, é importante ressaltar que todos os eventos citados pelo vidente NÃO se baseiam no calendário tradicional, mas sim em movimentos astrológicos; o que torna incerto dizer a qual data específica condiz cada uma de suas previsões. 

Mesmo assim, conforme aponta o UOL, uma delas pode dizer respeito a uma guerra que atingiria a Europa na primavera de 2022; o que corresponde ao período entre os meses de março e junho no Velho Continente.  

Na profecia, Nostradamus não faz nenhuma menção direta à Rússia ou à Ucrânia, apenas diz que “A cabeça azul causará danos à cabeça branca em tal grau, quanto o bem da França para ambos deve ser”.

Sua referência a uma ameaça do leste se encaixa com a situação atual em torno da Rússia, que começou a invadir a Ucrânia a partir do território leste do país, como ao que acontece na cidade de Chuguiv. 

Baba Vanga também falou sobre o conflito?

Outra pessoa que teria previsto a invasão russa foi a clarividente Vangelia Pandeva Dimitrova, conhecida como Baba Vanga, que teria previsto inúmeros acontecimentos históricos ao longo do século 20.

De acordo com Baba Vanga, que faleceu em 1996, "estamos testemunhando eventos devastadores que mudarão o destino e o destino da humanidade".

A clarividente também afirmou que uma Guerra na Europa seria iniciada por extremistas russos. Em 1979, em um encontro que teve com o escritor Valentin Sidorov, ela disse: “Tudo vai derreter, como se fosse gelo. Apenas um permanecerá intocado. A glória de Vladimir, a glória da Rússia".

Tudo será tirado do caminho por ela [Rússia], que não será apenas mantida, mas se tornará o senhor do mundo", completou.