Notícias » Reino Unido

Nota de 50 libras com imagem de Alan Turing começa a circular no Reino Unido

Considerado o pai da computação, matemático — que ajudou a decifrar códigos nazistas — completaria 109 anos hoje, 23

Fabio Previdelli Publicado em 23/06/2021, às 10h46

Nota de 50 libras com a imagem de Turing estampada
Nota de 50 libras com a imagem de Turing estampada - Getty Images

Nesta quarta-feira, 23, o Bank of England começou a disponibilizar as notas de 50 libras que tem estampado a imagem do matemático Alan Turing. As informações foram divulgadas pelo portal local Sky News e Yahoo Finance.  

A escolha da data foi feita para coincidir com o aniversário de Turing, que completaria 109 anos hoje. Considerado o pai da computação, ele ajudou os britânicos na quebra de mensagens criptografadas enviadas pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial.  

Segundo explica a Sky News, pesquisadores acreditam que isso possa ter contribuído para que o conflito tenha se encurtado em, pelo menos, dois anos, o que representa a preservação de milhões de vidas.  

Apesar de sua importância, a figura de Turing só foi reconhecida décadas após sua morte, já que o matemático era homossexual. Como relembra matéria publicada pela equipe do site do Aventuras na História, ele chegou a ser punido por ter uma orientação sexual “fora dos padrões” da época.  

Instalação em homenagem a Turing/ Crédito: Divulgação/Joe Hill/ GCHQ

 

Devido à pressão e ao preconceito que sofreu, o Alan Turing acabou se suicidando em 7 de junho de 1954, quando tinha 41 anos. Porém, agora, com o lançamento da nota, uma instalação em sua homenagem foi colocada no centro da agencia de espionagem britânica GCHQ (Government Communications Headquarters). 

Assim, Turing surge centralizado em um painel de 10 metros na sede da agência, em Benhall, Gloucestershir. Ao redor do matemático, estão as famosas rodas da bomba eletromecânica que ele desenhou — cada qual com cores da bandeira do arco-íris, símbolo da comunidade LGBTQIA+. 

O pai da computação

Ele era franzino, tímido e meio excêntrico. Nunca empunhou uma arma, mas foi um dos personagens mais importantes da Segunda Guerra. Atrás de uma escrivaninha, Alan Turing, considerado o pai da computação, encontrou a chave para decifrar os códigos usados em mensagens nazistas — e, graças a seu trabalho, os aliados desvendaram cada passo dado pelos inimigos, onde encontrar seus submarinos e até como deveria ser a reação alemã durante o Dia D

A comemoração tem gosto amargo. Turing era homossexual, condição considerada criminosa na Grã-Bretanha até 1967. Condenado, recebeu injeções de hormônios femininos, o que se conhece como castração química.

Tinha 41 anos em 7 de junho de 1954, quando, transtornado com as alterações em seu corpo e pela realidade homofóbica e autoritária em que vivia, deu cabo da vida comendo uma maçã envenenada, tal como Branca de Neve, de quem era fã.

++Leia a matéria completa aqui.