Notícias » Egito

Maldição egípcia: Escultura de casal de 3 500 anos foi vandalizada para negar a eles a vida eterna

Achado em Edfu, no Egito, a artefato foi intencionalmente danificado como uma possível vingança contra a seus donos

Alana Sousa Publicado em 21/01/2019, às 15h10 - Atualizado às 15h14

Detalhe da escultura: amaldiçoados por vizinhos?
Detalhe da escultura: amaldiçoados por vizinhos? - Tell Edfu Project

Uma escultura encontrada na cidade de Edfu, no sul do Egito, possuía danos que os arqueólogos tentavam há um tempo entender. Agora o grupo do Projeto Tell Edfu afirma que os estragos foram feitos propositalmente. A escultura tem cerca de 3.500 anos, mas ainda não se pode afirmar com certeza de quando os danos foram feitos.

As estátuas são de um homem e uma mulher, um ao lado do outro, com inscrições hieroglíficas dando seus nomes e ocupações. O grupo de arqueólogos conta que o homem detinha o título de “major”, e a mulher, o título honorífico de mulher nobre, fazendo do casal parte da elite administrativa da cidade.

A escultura na qual os rostos e hieróglifos foram destruídos Tell Edfu Project

Os danos, intencionais, se encontravam no rosto das estátuas e na escrita hieroglífica. Para a diretora do projeto, Nadine Moeller, esse ato significa uma tentativa de derrota na vida após a morte. "Para os antigos egípcios, ser lembrado depois da morte era muito importante, então eles receberiam oferendas no mundo inferior. Ao apagar o nome de alguém, você também está tirando sua identidade e as boas ações que fizeram durante suas vidas pelas quais serão lembradas. depois da morte”, diz Moeller para o portal livescience. Os pesquisadores não tem ideia sobre a identidade e o real motivo de quem atacou a escultura do casal. 

O local em que a escultura foi achada, funcionava como santuário em que as pessoas que moravam lá utilizavam para adorar os ancestrais, aponta os estudiosos. Também foi encontrado outros artefatos, como uma estatueta esculpida em pedra diorítica preta, que mostra um escriba segurando um rolo de papiro.