Notícias » Arqueologia

Cemitério romano de esqueletos decapitados é encontrado na Inglaterra

O local abriga ao menos 17 esqueletos enterrados sob ritual de decapitação romano

Alana Sousa Publicado em 08/01/2019, às 15h04 - Atualizado às 15h19

Ritual romano enterrava pessoas com a cabeça decapitada
Ritual romano enterrava pessoas com a cabeça decapitada - Getty Images

Foi encontrado na vila de Grande Whelnetham, leste da Inglaterra, um cemitério romano do século 4. O achado impressionou o grupo responsável pela escavação. Entre os 52 esqueletos encontrados, 17 foram enterrados com suas cabeças decapitadas.

O arqueólogo Andrew Peachey, das Soluções Arqueológicas, considera a descoberta rara e fascinante: “Estamos olhando para uma parte muito específica da população que seguiu uma tradição muito específica de enterro”, conta ele.

Um dos esqueletos descobertos Reprodução

No local foram enterrados homens, mulheres e crianças, e, segundo os arqueólogos eles não foram executados. A prática de decapitação foi provavelmente feita após a morte dos indivíduos, com as cabeças sendo removidas cuidadosamente.

O cemitério estava localizado no condado de Suffolk, que estava sob o controle da tribo Iceni quando os romanos invadiram no século 1. Até o início do século 5 d. C, era uma área intensamente povoada entre os principais assentamentos romanos de Colchester e Caistor, perto de Norwich.

A equipe está analisando os ossos para descobrir o máximo possível sobre a população. Os esqueletos irão para um arquivo do Museu Britânico.