Notícias » Holocausto

O sobrevivente do Holocausto que se veste como Hitler

O artista Dov Or-Ner é uma figura conhecida no cenário israelense por se vestir como o líder nazista

Alana Sousa Publicado em 07/01/2019, às 14h09 - Atualizado às 16h06

Dov Or-Ner como Hitler
Reprodução

O artista Dov Or-Ner, hoje com 92 anos, se lembra da primeira vez que ouviu a voz de Adolf Hitler pelo rádio: o nazista estava fazendo um discurso após a ocupação da Polônia pela Alemanha - movimento que deu início a Segunda Guerra Mundial e, com ela, o Holocausto. Logo depois, seus pais seriam pegos e levados a um campo de extermínio e jamais voltariam.

As milhares de pessoas que sobreviveram ao terror do Holocausto lidam com esses traumas de diversas maneiras. Dov Or-Ner pode ter encontrado a mais incomum de todas: se fantasiar de Hitler.

Começou em 2006, quando sua exposição na galeria de Tel Aviv, em Israel, intitulada “Meu amigo Hitler”, foi interditada por um breve tempo pela polícia, depois do caso, Or-Ner teve a ideia de criar o personagem “Bud Ranrua” (um anagrama de seu nome em hebraico), com uma forte semelhança ao visual de Hitler, ele pinta a cabeça careca de preto e o desenha um pequeno bigode sob o nariz, e nessa fantasia ele sai para o mundo.

Quanto à reação das pessoas, ele conta em entrevista ao jornal israelense Yedioth Ahronoth que apenas querem entender o motivo pelo qual faz isso, coisa que ele diz que também não sabe explicar: "É um personagem que vive comigo, e nós nos damos muito bem. Quando estou nesse personagem me sinto bem, 50 anos mais jovem”.

Or-Ner nunca teve uma exposição própria em um museu, mas fez parte das mais importantes exposições de arte israelenses dos anos 1970, representou Israel na Bienal de Paris de 1972 e na Bienal de São Paulo em 1980 e até ganhou o Prêmio Nacional de Educação em 1996. Entretanto essa não é a parte principal de seu trabalho: “A coisa mais importante é que eu posso fazer minhas coisas, coisas que eu amo”, conta o artista.