Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Nova espécie de cobra é descoberta no Paraguai

Cientistas determinaram se ela é venenosa ou não, confira!

Alan de Oliveira | @baco.deoli sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/05/2022, às 12h04

Cobra vermelha descoberta no Paraguai - Divulgação/Jean-Paul Brouard
Cobra vermelha descoberta no Paraguai - Divulgação/Jean-Paul Brouard

No Paraguai, uma nova espécie de cobra foi descoberta, segundo anunciaram cientistas em um estudo publicado no último mês de março. Classificada no gênero "Phalotris", o animal, que era até então desconhecido, não é venenoso e foi descoberto graças a um projeto da "Fundação Para La Tierra", com as colaborações da “Guyra Paraguay” e do Instituto de Investigação Biológica do Paraguai. Todos os detalhes do estudo foram publicados na revista científica "Zoosystematics and Evolution".

Phalotris é o nome dado para um grupo de serpentes semi-subterrâneas de pequeno a médio porte distribuídas entre a Bolívia, Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, portanto, se trata de uma espécie sul-americana.

O nome Phalotris Shawnella, foi dado em homenagem a duas crianças nascidas no mesmo dia em que a Fundação Para La Tierra foi criada pelos pesquisadores do projeto PaulSmith, Jean-Paul Brouard e Pier Cacciali, segundo informações do portal “Galileu”.

Você pode conferir o estudo completo neste link.

E como foi a descoberta?

Em escavações de um poço no Rancho Laguna Blanca, duas espécimes foram encontradas pelos trabalhadores. Quando as fotos foram divulgadas para cientistas locais, eles rapidamente foram ao local para compará-las com outras serpentes, ao que notaram diferenças suficientes para celebrarem a descoberta de uma nova espécie.

Os Phalotris tem muitas semelhanças físicas, como a combinação de cores vermelha, preta e amarela, além de viverem nos subsolos. A grande diferença da Shawnella é a sua cabeça avermelhada, o colar amarelo, uma faixa lateral preta e escamas laranjas. De imediato, os primeiros posts foram feitos para a comunidade científica legitimar o feito.

País precisa se mover para não extinguir espécie

As duas localizações onde as cobras foram encontradas (Laguna Blanca e Colônia Volendam), indicam um território bastante diversificado e de difícil acesso. Por esse motivo, os pesquisadores do estudo recomendam que a conservação e proteção dessa área seja uma prioridade nacional.