Notícias » Antiguidade

Nova espécie de planta de 400 milhões de anos é descoberta no Canadá

Segundo pesquisadores, os fósseis encontrados podem ajudar a contar a história evolutiva das vegetações

Penélope Coelho Publicado em 05/05/2020, às 09h45

Nova espécie de planta fossilizada encontrada no Canadá
Nova espécie de planta fossilizada encontrada no Canadá - Divulgação

Um artigo publicado pela revista científica Current Biology, revelou uma descoberta interessante na província canadense de New Brunswick. Durante uma escavação nas formações rochosas locais, pesquisadores se depararam com uma espécie de planta fossilizada, até então, desconhecida.

Segundo estudos, essa vegetação provavelmente pertencia a um grupo já extinto de musgos. A planta de mais de 400 milhões de anos atrás, ainda estava bem conservada e surpreendeu os pesquisadores que puderam estudar os esporos do fóssil.

Através da descoberta, os cientistas analisaram as unidades de reprodução dessas plantas, percebendo que os esporos variavam entre 70 a 200 microns de diâmetro, o equivalente a um, ou, dois fios de cabelo. Para os especialistas, o desenvolvimento de diferentes tamanhos de esporos, representa uma grande modificação no sistema de reprodução das plantas.

"Achamos que isso pode ser uma espécie de um período de transição raramente testemunhado na história evolutiva, em que você vê alta variação entre esporos na estrutura reprodutiva.”, afirmou o autor do estudo, Andrew Leslie.

Atualmente, sabe-se que essa nova espécie antecede o que se acreditava ser o exemplo mais antigo de biologia reprodutiva em plantas, cerca de 20 milhões de anos atrás.

Para os especialistas, essa novidade auxilia no entendimento da história evolutiva das plantas ao longo dos anos. "Esses tipos de fósseis nos ajudam a localizar quando e como exatamente as plantas alcançaram esse tipo de partição em seus recursos reprodutivos", acrescentou Leslie.