Notícias » Arqueologia

Mistura de tubarão e golfinho: Espécie de réptil marinho pré-histórico é revelada na Inglaterra

Pesquisadores fizeram curiosas descobertas sobre o animal

Ingredi Brunato Publicado em 15/12/2020, às 07h00

Representação artística da nova espécie
Representação artística da nova espécie - Divulgação/ Megan Jacobs/ Universidade de Baylor

Um estudo publicado no periódico PLOS ONE divulgou a descoberta de um novo fóssil encontrado na costa do condado de Dorset, na Inglaterra.

O réptil marinho de espécie e gênero, até então, desconhecidos teria vivido há 150 milhões de anos, segundo as estimativas dos pesquisadores. 

O animal recém-descoberto foi nomeado como Thalassodraco etchesi (que significa “dragão marinho de Etches”, sendo que Etches é o nome do colecionador de fósseis que o encontrou) e sua aparência foi descrita como uma mistura de golfinho com tubarão

A paleontóloga Megan L. Jacobs, que esteve envolvida no estudo, contou sobre como foi o processo de perceber que tinha em mãos um espécime nunca antes registrado. 

"Sabíamos que este era novo quase instantaneamente, mas levou cerca de um ano para fazer comparações completas com todos os outros ictiossauros (nome dado a répteis marinhos) e termos certeza de que nossos instintos estavam corretos. Foi muito emocionante não ser capaz de encontrar uma correspondência”, comentou ela.

De acordo com as conclusões dos pesquisadores, a criatura marinha teria 1,80 metros de comprimento e pulmões avantajados, que lhes permitiriam prender a respiração por mais tempo, e assim fazer mergulhos mais profundos.

A presença de olhos grandes também aponta para hábitos noturnos ou então para a caça de alimento em grandes profundidades.

Sobre os ictiossauros 

Tendo vivido na mesma época que os dinossauros, os ictiossauros eram répteis marinhos. Surgiram bem no começo do Triássico Inferior, há cerca de 250 milhões de anos.

Esses animais podiam nadar a uma velocidade alta, medindo de 2 a 3 metros de comprimento. Ainda que seus focinhos fossem alongados como os de golfinhos, especialistas explicam que eles se pareciam mais com lagartas com nadadeiras.

Essa ordem encontrou sua extinção pouco antes dos dinossauros, 66 milhões de anos atrás. Porém, o primeiro fóssil de um ictiossauro só foi descoberto em 1811, ao sul da Inglaterra.