Notícias » Paleontologia

Nova espécie de réptil pré-histórico é descoberta no Arizona

Fosseis encontrados no Parque Nacional da Floresta Petrificada revelaram um curioso animal que viveu há milhões de anos

Alana Sousa Publicado em 15/10/2020, às 12h30

Ilustração de como seria o réptil em vida
Ilustração de como seria o réptil em vida - Divulgação/Midiaou Diallo

Uma nova descoberta, publicada no Journal of Vertebrate Paleontology, apresenta um fóssil de um réptil pré-histórico, até então desconhecido, encontrado no Parque Nacional da Floresta Petrificada, no estado do Arizona. A nova espécie viveu há cerca de 220 milhões de anos atrás, no Período Triássico.

O réptil foi nomeado de Skybalonyx skapter e, segundo os especialistas, faz parte de um grupo conhecido como drepanossauros. A descoberta foi feita por uma equipe de pesquisa do próprio parque, em colaboração com algumas universidades dos Estados Unidos, como a Universidade de Washington, a Universidade Estadual do Arizona, a Universidade Estadual de Idaho e o Museu de História Natural da Virgínia.

Fósseis encontrados do réptil / Crédito: Parque Nacional da Floresta Petrificada

 

O artigo mostra algumas características curiosas do animal pré-histórico, sua morfologia incluía “segundas garras aumentadas, bicos parecidos com pássaros e caudas que terminam em garras”, disse em comunicado o Parque Nacional da Floresta Petrificada. Os cientistas fazem uma alusão para facilitar a imaginação do bicho, que se assemelharia a um cruzamento de camaleão com tamanduá.

Apesar de pequeno, o Skybalonyx skapter não vivia em árvores como os pesquisadores pensaram no início. As garras permitiam que o réptil se enterrasse, vivendo como uma toupeira.  O estudo não revelou em qual lugar do parque os restos fossilizados foram descobertos, nem qual estado de conservação eles se encontram.