Notícias » Vikings

Novas pesquisas revelam que ocupação viking da Islândia é mais antiga do que se sabia

Escavações na ilha evidenciaram um assentamento sazonal de caça com mais de 1.200 anos

André Nogueira Publicado em 15/06/2020, às 06h00 - Atualizado às 07h59

Vikings
Vikings - Getty Images

Escavações recentes no sitio de Stöð, na Islândia, revelaram novas informações relevantes sobre a ocupação escandinava da ilha no século 9. Foi revelado um assentamento sazonal desconhecido que data de antes da cronologia mais aceita de postos permanentes dos vikings na região.

As hipóteses mais aceitas localizam o inicio da colonização islandesa em 874, com a chegada de Ingólfr Arnarson na ilha, mas as evidências parecem indicar um assentamento temporário no local pouco anterior, datado do ano 800 por técnicas de radiocarbono.

Segundo o diretor da escavação, Bjarni Einarsson, foram revelados indícios de uma fazenda com casas longas e traços de caça a morsas, além de 29 objetos de prata de origem romana e médio-oriental.

Para o pesquisador, se trata de um acampamento sazonal que evidencia uma presença viking no local antes do período anteriormente conhecido pela arqueologia. O local seria operado em conjunto com outros acampamentos mais compreendidos, como o Aðalstræti e o Vogur. A atividade de caça seria a mais relevante no sítio, contribuindo para a exploração mais profunda da Islândia pelos colonizadores.