Notícias » Brasil

Nove das dez vítimas da tragédia do Capitólio são identificadas

Uma rocha se desprendeu de um cânion no último sábado, 8; metade das vítimas fazia parte da mesma família

Redação Publicado em 10/01/2022, às 11h59

Registro da tragédia em Capitólio, Minas Gerais
Registro da tragédia em Capitólio, Minas Gerais - Divulgação/Youtube/Repórter Gustavo Batista

Nove das dez vítimas da tragédia que ocorreu no último sábado, 8, na cidade de Capitólio, em Minas Gerais, foram identificadas pela Polícia Civil do estado. As mortes aconteceram após uma grande rocha se desprender de um cânion e atingir diversas embarcações.

No domingo, 9, as autoridades já haviam reconhecido cinco vítimas; agora, todas as dez pessoas foram identificadas. O número de feridos pelo incidente é de 32 pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

“O trabalho conjunto das equipes da PCMG continua para identificação de todas as vítimas e retirada dos corpos pelos familiares”, declarou a Polícia Civil em nota, segundo reportou a CNN Brasil.

As vítimas identificadas nesta segunda-feira, 10, são: Geovany Gabriel Oliveira da Silva (14), de Alfenas (MG); Geovany Teixeira da Silva (38), de Itaú de Minas (MG); Tiago Teixeira da Silva Nascimento (35), de Passos (MG) e Rodrigo Alves dos Anjos (40), de Betim (MG).

Antes, as autoridades haviam reconhecido Júlio Borges Antunes (68), de Alpinópolis (MG); Camila Silva Machado (18), de Paulínia (SP); Mykon Douglas de Osti (24), de Campinas (SP); Sebastião Teixeira da Silva (64), de Anhumas (SP) e Marlene Augusta Teixeira da Silva (57), de Itaú de Minas (MG).

Todas as vítimas estavam na mesma lancha, de nome “Jesus”, que foi diretamente atingida pela pedra do cânion que desabou. Além disso, metade dos mortos fazia parte da mesma família.

“Os ocupantes se conheciam e estavam hospedados em uma pousada em São José da Barra”, afirmou o delegado regional de Passos, Marcos Pimenta.