Notícias » América

O crescimento da agricultura levou a uma maior cooperação, mas também ao aumento da violência

A pesquisa, apontada por uma colaboração entre universidades americanas, mostrou que os recursos adquiridos por essas populações não foram suficientes para manter a paz

Caio Tortamano Publicado em 05/03/2020, às 08h00

Agricultura aumentou a cooperação e a violência entre os humanos
Agricultura aumentou a cooperação e a violência entre os humanos - Getty Images

Pesquisadores das Universidade de Utah, Troy e Califórnia, nos Estados Unidos, fizeram uma pesquisa em conjunto que analisa o crescimento da agricultura na América do Norte, entre 7.500 e 5.000 anos atrás.

Foi observado que, ao mesmo tempo em que a cooperação entre as pessoas aumentava a violência também crescia. Foi observado, a partir de um modelo de distribuição gratuita ideal, padrões em como os indivíduos se dividiam, apontando que os locais ocupados primeiro tinham mais acesso à água, matéria-prima e comida.

Utilizando outro método, o Princípio de Allee, os cientistas verificaram que a persistência de um grupo em determinado local aumentava o bem-estar físico, as chances de sobrevivência e de reprodução se cooperassem entre si.

Esse princípio, entretanto, aponta para um problema: quando a densidade populacional ultrapassa os recursos presentes em um local, diminuindo a sustentabilidade de uma comunidade. Essa mudança levou à ações violentas por parte de grupos, e a dispersão dos mesmos por já não conseguirem sobreviver como antes.