Notícias » Astronomia

O misterioso planeta-anão Ceres é muito mais ativo do que pensávamos

Pesquisas a respeito do sal encontrado no planeta sugerem que ele foi formado muito recentemente, embora ainda não se saiba o quê o formou

Ingredi Brunato Publicado em 10/08/2020, às 14h29

Ceres em uma foto tirada pela espaçonave Dawn.
Ceres em uma foto tirada pela espaçonave Dawn. - Divulgação/ NASA / JPL-Caltech / UCLA / MPS / DLR / IDA

Um conjunto de artigos nas revistas Nature Astronomy, Nature Geosciencie e Nature Communications têm se dedicado a estudar a atividade geológica em Ceres, o maior asteroide do cinturão entre Marte e Júpiter. A fonte de informações usada pelos cientistas é a espaçonave Dawn, da NASA, que chegou ao planeta anão pela primeira vez em 2015. 

Quando os pesquisadores começaram a investigar Ceres, o que esperavam encontrar era uma formação muito antiga, que fornecesse pistas sobre o passado da Terra e outros planetas. Contudo, o que descobriram foram sinais de atividade incrivelmente recentes. O principal investigador da missão, Carol Raymond, acredita inclusive que o planeta anão pode estar ativo ainda hoje. 

O principal foco do estudo tem sido uma enorme cratera em Ceres, chamada Occator. Nela, um impacto passado foi capaz de perfurar um buraco de 4000 metros de profundidade. O motivo inicial de Occator ter chamado a atenção dos cientistas foram os pontos brilhantes em seu fundo, que mais tarde foram revelados como sendo um carbonato enriquecido de sódio. Ou “basicamente sal de cozinha hidratado”, como coloca Raymond. 

Registro fotográfico de Occator, a cratera de Ceres. Crédito: Divulgação/NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA

 

Segundo se acreditava, o calor do impacto que gerou a cratera acabou também derretendo uma camada de gelo abaixo da superfície de Ceres, e essa seria a fonte dos depósitos de salmoura. No entanto, evidências mais recentes apontam que esse sal hidratado tem no máximo dois milhões de anos, sendo, portanto, praticamente recém-nascido.

Para investigar melhor que tipo de atividade está criando depósitos de sal em Ceres, a proposta de enviar uma nova espaçonave ao planeta anão está sendo preparada para a Pesquisa Decadal da Nasa, que reúne as missões prioritárias da próxima década.