Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Texas

O post feito pelo atirador que tirou a vida de 19 crianças em escola dos EUA

Massacre ocorrido no Texas, EUA, resultou na morte de crianças e duas professores na última terça-feira, 24

Redação Publicado em 25/05/2022, às 19h51

Registro das armas usadas pelo atirador - Divulgação/Instagram
Registro das armas usadas pelo atirador - Divulgação/Instagram

Antes de chocar o mundo ao tirar a vida de 19 crianças e duas professoras numa escola localizada no Texas, EUA, Salvador Ramos, de 18 anos, enviou uma mensagem a uma pessoa horas antes de cometer o massacre. 

Conforme repercutido pela CNN, a mensagem escrita por ele e enviada através do Instagram dizia 'Tenho um pequeno segredo'. Vale ressaltar que, três dias antes do brutal episódio, Salvador compartilhou fotos de dois fuzis deixados num tapete. Neste caso, o story que exibia a imagem foi marcado com outra conta da plataforma com o mesmo nome exibido na foto. 

A responsável pela conta mencionada na rede social publicou um story após o tiroteio. Nela, contou que Salvador a marcou na imagem e enviou uma imagem, que para ela, era uma surpresa. 

Sem revelar seu nome e com a conta em modo privado diante do horripilante ato do rapaz, ela, que não o conhecia e muito menos mora no Texas, optou por deixar sua conta em modo privado. Assim, compartilhou imagens que mostram conversas com Salvador antes do massacre.

“O que suas armas têm a ver comigo?”, enviou ela como mensagem a Salvador. “Estou tão confusa”, continuou.

A resposta recebida pelo atirador foi ainda mais confusa: "Agradeça por ter marcado você", escreveu o autor dos disparos. Ela, então, enfatizou: "Eu mal te conheço e você me marca em uma foto com algumas armas". 

Já em mensagens que teriam sido enviadas na manhã do massacre, ele escreveu a mulher: "Estou prestes a", sem continuar a frase. Em seguida, enviou: "Eu tenho um pequeno segredo". E por fim mandou: "Eu quero te dizer". 

Ela explicou o que a motivou a responder as mensagens recebidas. “A única razão pela qual eu respondi a ele foi porque eu estava com medo dele, eu gostaria de ficar acordada para pelo menos tentar convencê-lo a não cometer seu crime”, escreveu ela. “Eu não sabia”, completou.