Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

O que comiam os habitantes da Austrália há 50 mil anos?

Estudo descobriu que ave extinta fez parte da dieta — e possivelmente a culpa de seu desaparecimento é dos próprios grupos humanos

Ingredi Brunato, sob supervisão de Isabela Barreiros Publicado em 26/05/2022, às 12h41

Ilustração de ave Genyornis sendo caçada por lagarto Megalania - Divulgação/Peter Trusler
Ilustração de ave Genyornis sendo caçada por lagarto Megalania - Divulgação/Peter Trusler

A análise de pedaços de cascas de ovo pré-históricos encontrados no deserto da Austrália ajudou uma equipe de cientistas a descobrir mais informações sobre a alimentação dos primeiros povos que habitaram o território. 

Os vestígios fossilizados incluíam regiões chamuscadas, mostrando que haviam sido cozinhados. Em um artigo publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences na última terça-feira, 24, pesquisadores foram capazes de identificar a ave que colocou os ovos. 

Para chegar à conclusão, eles realizaram um sequenciamento das proteínas encontradas nas cascas, que puderam ser comparados aos genomas de pássaros que temos disponíveis atualmente. 

Fotografia de uma reconstrução de ovo encontrado / Crédito: Divulgação/Gifford H. Miller

As cascas de ovos são feitas de cristais minerais que podem prender firmemente algumas proteínas, preservando esses dados biológicos nos ambientes mais hostis — potencialmente por milhões de anos”, explicou Matthew Collins, um dos envolvidos na pesquisa, segundo apurado pelo Phys.org. 

Extinção

A ave que tinha seus embriões roubados e consumidos pelos primeiros australianos era a Genyornis newtoni, uma espécie não voadora também conhecida pelo apelido de "Pássaro do Trovão", que foi extinta há mais de 47 mil anos. 

O animal era parte da megafauna australiana, um ecossistema que foi majoritariamente extinto após a chegada dos humanos, de forma que é bem-aceita a hipótese de que a caça predatória realizada pela nossa espécie foi responsável pelo desaparecimento das outras. 

Pedaços de ovo pré-histórico espalhados na areia australiana / Crédito: Divulgação/ Gifford H. Miller

Enquanto avestruzes e humanos coexistiram ao longo da pré-história, os níveis de exploração de ovos de Genyornis pelos primeiros australianos podem ter provado mais do que as estratégias reprodutivas dessas aves extraordinárias poderiam suportar", apontou Collins.

+ Para conferir o estudo na íntegra, clique aqui.