Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Navio

O que explica os registros que mostram navio que parece 'flutuar no céu' do Reino Unido?

Registros feitos em Cornualha, no Reino Unido, mostram um navio em posição curiosa, contudo, não passa de ilusão de ótica

Redação Publicado em 31/07/2022, às 11h52

O registro que chamou atenção - Reprodução
O registro que chamou atenção - Reprodução

Registros que mostram um navio que parece flutuar em Cornualha, no Reino Unido, chamaram a atenção de quem se deparou com o que, de início, parece ser um episódio 'milagroso'.

Enquanto muitos se questionam se podem se tratar de montagens, a explicação para o que foi registrado é mais simples: ilusão de ótica. 

Conforme repercutido pelo portal de notícias UOL, o termo usado para o episódio é 'Fata Morgana'- nome de uma feiticeira presente na lenda do rei Arthur. A explicação para objetos registrados que parecem 'flutuar no céu' é o encontro do ar quente com a água fria.  

Em entrevista ao The Guardian no ano passado, apresentador e meteorologista David Braine falou sobre o fenômeno, também conhecido como 'miragem superior'. 

"Miragens superiores ocorrem por causa da condição climática conhecida como inversão de temperatura, onde o ar frio fica perto do mar com ar mais quente acima dele", disse ele. 

"Como o ar frio é mais denso que o ar quente, ele direciona a luz para os olhos de alguém que está no chão ou na costa, mudando a aparência de um objeto distante. Miragens superiores podem produzir alguns tipos diferentes de imagens - aqui aparece um navio distante flutuar acima de sua posição real, mas às vezes um objeto abaixo do horizonte pode se tornar visível."

O que torna a cena rara é ter acontecido no Reino Unido durante o verão, todavia, é comum no Ártico. É comum de se deparar com o fenômeno durante o inverno. Em entrevista ao Cornwall Live, uma moradora disse que o fenômeno permaneceu por, pelo menos, meia hora. 

"A ilusão de ótica permaneceu por pelo menos meia hora. E como as pessoas fazem com a maioria das ilusões de ótica ou truques de mágica, eu estava tentando rastrear o que era ou como funcionava", disse Lizzi Larbalestier ao Cornwall Live.