Notícias » EUA

O youtuber acusado de derrubar um avião na busca por visualizações

Em dezembro do ano passado, o piloto Trevor Jacob publicou um vídeo que custaria sua licença

Redação Publicado em 27/04/2022, às 10h49

Piloto Trevor Jacob em monomotor
Piloto Trevor Jacob em monomotor - Divulgação / vídeo / Youtube / Trevor Jacob

Um piloto estadunidense chamado Trevor Jacob perdeu sua licença para conduzir aviões depois de se envolver em um acidente. O motivo, segundo a FAA (Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos), foi que o profissional derrubou a aeronave de propósito, a fim de obter visualizações em seu canal no Youtube

O homem, que publicou o vídeo "I crashed my plane" ('Eu bati meu avião', em português) em dezembro de 2021, ficará impedido de solicitar uma nova licença durante um ano. O conteúdo já conta com mais de 2,3 milhões de visualizações. 

Vídeo do Youtube

"Estou sobre as montanhas e... estou com um motor desligado", disse Jacob a uma câmera enquanto sobrevoava a região da floresta nacional de Los Padres, na Califórnia, em 24 de novembro de 2021.

Avião monomotor sobrevoa a região da Califórnia / Crédito: Divulgação / vídeo / Youtube / Trevor Jacob

No vídeo, o americano diz que a hélice de seu monomotor havia parado de funcionar, motivo pelo qual decide saltar do avião logo em seguida. Toda sequência até o momento do pouso com o paraquedas em um campo aberto foi filmada com auxílio de um bastão de selfie. Segundo informações do portal Tilt, do UOL, é possível ver o avião vazio acelerar rumo às montanhas antes de cair no deserto.

Conclusão das autoridades

Após a investigação, que foi encerrada no mês de abril deste ano, a Administração Federal de Aviação concluiu que o piloto Trevor derrubou seu Taylorcraft BL-65 de 1940 propositalmente.

O piloto Trevor durante salto de paraquedas / Crédito: Divulgação / vídeo / Youtube / Trevor Jacob

"Em 24 de novembro de 2021, você demonstrou falta de cuidado, julgamento e responsabilidade por saltar de uma aeronave apenas para gravar as imagens do acidente", disse o órgão ao influencer. "Se você não entregar seus certificados [de aviação] imediatamente, estará sujeito a outras ações legais, incluindo uma penalidade civil de até para $ 1.644,00, para cada dia que você não entregar", determinou.

No último sábado, 23, o youtuber publicou um novo vídeo no qual afirmou que não imaginava que seu conteúdo geraria tamanha confusão e declarou que a comunidade da aviação tem sido muito dura com ele. "Estou pensando em desistir completamente [da aviação] porque sou odiado", declarou.

Indícios que ajudaram na investigação

De acordo com a fonte, há uma série de detalhes que aponta para uma ação planejada. Conforme repercutido pelo The Guardian, o primeiro e mais evidente indício de que o avião foi derrubado propositalmente por Jacob é justamente a utilização de diversas câmeras, as quais foram posicionadas nas partes externa e interna da aeronave. Uma das lentes, inclusive, foi colocada na direção da hélice do monomotor.

Além disso, as autoridades também notaram que o piloto já vestia uma mochila com paraquedas antes mesmo de decolar. Depois, o youtuber recuperou e descartou os destroços do avião, em mais uma atitude suspeita. Elas também apontaram que a porta do lado esquerdo foi aberta antes do influencer alegar falha no motor.

Por fim, o piloto não fez nenhuma tentativa de procurar áreas seguras para pousar, apesar de haver opções dentro do alcance de segurança.

O piloto disse que “a verdade dessa situação será revelada com o tempo”, e também detalhou o que fará com a informação final: 'vou deixar por isso mesmo”.


+Saiba mais sobre aviões por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Almanaque do avião, de Ernesto Klotzel e Tomas Prieto (2013) - https://amzn.to/2xEIegN

Aviões das grandes guerras, de Tomas Prieto (2015) - https://amzn.to/34WYDJr

Eletrônica de Aeronaves: Introdução aos Sistemas Aviônicos, de Thomas K. Eismin (2016) - https://amzn.to/2XYXL5E

Espera passar o avião, de Flavio Cafieiro (2018) - https://amzn.to/2RWgmf2

Terror a bordo: 17 histórias turbulentas, de Vários autores (2020) - https://amzn.to/3530BYT

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W