Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arte

Obra adquirida em venda de garagem é avaliada em US$ 10 milhões

O desenho foi comprado inicialmente por US$ 30 e pode ser de um dos mais importantes artistas do Renascimento europeu

Isabela Barreiros Publicado em 07/02/2022, às 10h41

O desenho “A Virgem e o Menino” - Divulgação/Agnews Gallery
O desenho “A Virgem e o Menino” - Divulgação/Agnews Gallery

Em 2017, um desenho foi comprado em uma venda de garagem por apenas US$ 30. Após análises de especialistas, a obra passou a ser avaliada em US$ 10 milhões ao ter sido associada a um dos mais importantes artistas do Renascimento europeu.

A descoberta foi feita por Clifford Schorer, colecionador de arte e consultor da Agnews Gallery, casa de leilões londrina que está em posse do desenho, em 2019, quando o dono de uma livraria disse que um amigo tinha um desenho de Albrecht Dürer, pintor alemão.

Segundo o homem, a peça foi presente do pai, que era comerciante de arte, de um arquiteto que havia feito uma venda de garagem em sua casa, onde a obra acabou sendo adquirida pelo baixo valor. O especialista não tinha muitas expectativas de que ela fosse verdadeira.

“De um modo geral, é uma relação inversa entre o quão dramática é a afirmação e o quanto ela é decepcionante. [Por exemplo] se alguém me diz que tem um Leonardo [da Vinci], geralmente estou bastante confiante de que vamos ver algumas imagens que não são impressionantes”, explicou Schorer à CNN internacional.

Ele, porém, ficou surpreso com o que encontrou lá. “Acho que é a maior falsificação que já vi ou uma obra-prima”, afirmou sobre o desenho, que passou por uma análise técnica de idade, além de contar com a marca registrada de Dürer.

Intitulada “A Virgem e o Menino”, a obra provavelmente foi finalizada pelo artista, que morreu em 1528 e é considerado o maior pintor alemão de seu tempo, em 1503. Ela foi avaliada em mais de US$ 10 milhões.

“Provavelmente é justo dizer que é um dos maiores designers gráficos que já existiram – um pioneiro em gravura e desenho. Ele foi um maestro em preto e branco, e suas famosas estampas. Inspirou artistas de todo o mundo”, afirmou Schorer.