Notícias » Cultura

Obra resgata a saga da ilustre intérprete e sambista brasileira Dona Ivone Lara

“Dona Ivone Lara: Sorriso negro”, de Mila Burns, apresenta a trajetória da primeira compositora mulher de um enredo de escola de samba

Victória Gearini Publicado em 18/03/2021, às 17h42

Dona Ivone Lara, compositora brasileira
Dona Ivone Lara, compositora brasileira - Wikimedia Commons

Recém-lançado pela Editora Cobogó, o mais novo volume da coleção “O Livro do Disco”, chamado “Dona Ivone Lara: Sorriso negro”, escrito pela jornalista e pesquisadora Mila Burns, resgata a brilhante trajetória da cantora Dona Ivone Lara.

Considerada uma das figuras mais ilustres do samba, Dona Ivone Lara nasceu em 1922 e tornou-se uma das compositoras e intérpretes mais renomadas do Brasil. Embora sua trajetória na música tenha começado aos 56 anos — após se aposentar — a musicista deixou um grande legado na história do país. 

[Colocar ALT]
Dona Ivone Lara: Sorriso negro, de Mila Burns (2021) / Crédito: Divulgação / Editora Cobogó

Seus clássicos atemporais chegaram a ser interpretados por grandes nomes da música nacional, como Maria Bethânia, Caetano Veloso, Paulinho da Viola, Beth Carvalho e Marisa Monte. Infelizmente, a artista veio a falecer em 2018, devido a idade avançada. 

Lançado em 1981, seu disco “Sorriso negro” é considerado por muitos críticos como um dos álbuns mais memoráveis do mundo do samba. Em paralelo com o momento político do Brasil, Mila Burns revela como as canções de Dona Ivone Lara refletem sobre a liberdade, orgulho negro e empoderamento feminino durante os estágios finais do regime militar no país.

Símbolo de pioneirismo e representatividade feminina no samba, o disco “Sorriso negro” completa 40 anos em 2021. A obra conta com produção e direção artística do jornalista Sérgio Cabral e arranjos e regências de Rosinha de Valença. Além disso, é composta por 12 faixas, sendo que cinco delas foram compostas pela própria compositora. 

Considerada a primeira compositora mulher de um enredo de escola de samba, Dona Ivone Lara consagrou-se na história ao superar as expectativas e obstáculos impostos pela sociedade machista, patriarcal e racista da época. 

Dona Ivone Lara desenvolveu uma estratégia própria para superar os desafios de uma mulher negra no Brasil do século 20, que serviu de exemplo para as gerações seguintes. Sua forte presença de palco, suas famosas contramelodias — que por vezes fazem lembrar alguns ritmos da África subsaariana — e sua biografia incorporam, de várias formas, a resiliência das mulheres negras brasileiras diante de desafios múltiplos e intensos”, disse Mila Burns.

Em suma, a autora do mais novo volume da coleção “O Livro do Disco”, apresenta a jornada completa de Dona Ivone Lara, desde fatos pessoais até a revolução no cenário musical brasileiro da época.

O livro “Dona Ivone Lara: Sorriso negro”, da Editora Cobogó, encontra-se disponível na Amazon em formato Kindle e capa comum. 


+Saiba mais sobre esta e outras obras relacionadas ao tema disponíveis na Amazon:

Dona Ivone Lara: Sorriso negro, de Mila Burns (2021) - https://amzn.to/3cKCd2n

A tábua de esmeralda - Jorge Ben Jor, de Paulo da Costa e Silva (2014) - https://amzn.to/3197mrb

Chico Science & Nação Zumbi: Da lama ao caos, de Lorena Calábria (2019) - https://amzn.to/3cKKNOO

David Bowie - Low, de Hugo Wilcken (2018) - https://amzn.to/2OPrT14

Milton Nascimento e Lô Borges - Clube da Esquina, de Paulo Thiago de Mello (2018) - https://amzn.to/3eUBFtM

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W