Notícias » Coronavírus

Ômicron é capturada em alta resolução pela primeira vez

Cientistas russos do Instituto de Pesquisa Gamaleya divulgaram as imagens da variante de covid-19

Isabela Barreiros Publicado em 21/12/2021, às 11h12

Imagem da variante ômicron em alta resolução
Imagem da variante ômicron em alta resolução - Divulgação/Instituto Gamaleya

A variante ômicron de covid-19, que vem preocupando especialistas e governos ao redor do mundo pela rápida transmissão, foi capturada em imagem de alta resolução pela primeira vez por cientistas russos do Instituto de Pesquisa Gamaleya.

Os registros inéditos foram divulgados pelas redes sociais do instituto, em que são veiculadas informações sobre a vacina russa contra o novo coronavírus, a Sputnik V, nesta terça-feira, 21.

Na legenda da publicação, como repercutiu a CNN Brasil, é possível ler:

“Cientistas russos publicaram essas imagens exclusivas de alta resolução da variante do vírus Ômicron, que está se espalhando rapidamente pelo mundo”.

As fotos em resolução elevada da nova cepa de covid-19 foram publicadas no perfil do instituto russo apenas quatro dias após o anúncio relacionado a eficácia da dose de reforço da Sputnik V contra a ômicron.

O instituto responsável pelo desenvolvimento do imunizante, localizado em Moscou, informou que um reforço do Sputnik Light aplicado seis meses depois da segunda dose da Sputnik foi capaz de oferecer melhor proteção contra a variante.

“Em estudos em laboratórios russos, a Sputnik V demonstrou uma resposta robusta de anticorpos neutralizantes contra a Ômicron”, declarou o Instituto de Pesquisa Gamaleya.