Notícias » Brasil

Onça ameaçada de extinção é flagrada no Rio de Janeiro

Da raça parda, é o primeiro registro do animal em anos, veja as imagens

Alan de Oliveira | @baco.deoli Publicado em 12/04/2022, às 09h51

Onça parda em mata do Rio de Janeiro
Onça parda em mata do Rio de Janeiro - Reprodução/ Site Revimar

Um evento chamou muito a atenção nesta última segunda-feira (11), depois que algumas câmeras fizeram o registro de uma onça parda e um gato maracujá - animais ameaçados de extinção, foram flagrados andando em meio uma mata de Maricá, Região dos Lagos fluminense.

As imagens foram feitas no Refúgio de Vida Silvestre de Maricá (Revimar), unidade de conservação de espécies.

Os registros foram tirados durante toda a pandemia de Covid-19, com a ajuda de uma “armadilha fotográfica”. O monitoramento de felinos começou com Márcia Freitas, gerente da Revimar, que se preocupava com animais maiores em uma área não tão grande.

A gestão da Revimar confirmou que foram registados na área, um total de dois gatos maracujás e duas onças pardas. Ainda assim, os animais não representam um risco para a sociedade. 

Em entrevista ao portal de notícias g1, Izar Aximoff, biólogo e membro do Núcleo de Fotografia Científica Ambiental da UERJ afirma que a descoberta é muito importante e deve ser celebrada, e ainda ressalta: 

“Esses animais não representam perigo para sociedade. Existe um pequeno risco para animais que são criados soltos no entorno do Revimar, como galinhas, porcos e bezerros por exemplo. Vamos iniciar campanha orientando esses proprietários a realizarem medidas que diminuam o risco de ataque como, por exemplo, a colocação de cercas elétricas e recolher os animais no período noturno. Na verdade, existem muitas presas para esses felinos dentro do Revimar e quem corre mais perigo são eles mesmos devido a caça”, afirmou Izar.