Notícias » Brasil

Onça resgatada das chamas do pantanal se recupera e volta à natureza

De acordo com instituto, o animal, que queimou as patas, se recuperou após a realização de um tratamento feito com ozônio e laser

Penélope Coelho Publicado em 19/10/2020, às 17h48 - Atualizado em 23/10/2020, às 15h53

Ousado
Ousado - Divulgação

De acordo com informações publicadas pelo portal de notícias G1, nesta segunda-feira, 19, a equipe do Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade buscou uma onça que fora afetada pelos incêndios no Pantanal, e que agora foi levada de volta para à natureza.

Segundo o instituto Nex — que cuidou do animal — o felino batizado de Ousado passou 37 dias na instituição. Seu tratamento foi pioneiro sendo realizado pela primeira vez em onças, com uma terapia a base de ozônio e laser, além de pomadas homeopáticas.

"Hoje eles [ICMBio] vieram buscar e dissemos: 'Agora é com vocês'. [...] Vão viajar na estrada, em uma van muito confortável, com ar condicionado. Ela vai muito bem acomodada na caixa de transportes, grande o suficiente para ela se movimentar", explicou o diretor-executivo do Instituto Nex, Silvano Gianni, em entrevista ao G1.

Até o momento, não se sabe ao certo para que região exata o animal foi levado, porém, é apontado que seja um local próximo ao seu antigo habitat natural, no Mato Grosso. Para o monitoramento de Ousado, a fim de entender se ele irá se adaptar à natureza, um GPS foi colocado no felino.