Notícias » Europa

ONU informa que 140 migrantes morreram afogados tentando chegar à Europa

Uma embarcação que levava ao menos 200 pessoas afundou na costa do Senegal no último sábado

Isabela Barreiros Publicado em 29/10/2020, às 13h46

Imagem ilustrativa do litoral do Senegal
Imagem ilustrativa do litoral do Senegal - Wikimedia Commons

Ao menos 140 pessoas morreram afogadas depois de sua embarcação naufragar na costa do Senegal no último sábado, dia 24. As informações são da Organização Internacional para as Migrações (OIM), confirmadas pela ONU.

O barco carregava por volta de 200 pessoas e pegou fogo assim que saiu da cidade de Mbour, no Senegal. Depois que isso aconteceu, 60 migrantes foram resgatados pela marinha local, mas o restante faleceu nas águas.

É provável que os indivíduos estivessem tentando chegar à Europa na embarcação, por meio das Ilhas Canárias, trajeto muito comum na região. Segundo a ONU, desde o começo deste ano, essa foi a tragédia mais mortal envolvendo a migração.

Bakary Doumbia, membro da OIM, disse: “Apelamos à unidade entre governos, parceiros e a comunidade internacional para desmantelar as redes de tráfico e contrabando que tiram partido da juventude desesperada”.