Notícias » Brasil

Operação nacional investiga grupos neonazistas

Mandados de prisão foram emitidos para sete estados do país

Redação Publicado em 16/12/2021, às 14h18

Material apreendido nos alvos investigados pela Operação Bergon
Material apreendido nos alvos investigados pela Operação Bergon - Divulgação/Polícia Civil

Uma operação da Polícia Civil e Ministério Público do Rio de Janeiro está investigando grupos neonazistas em sete estados brasileiros. As autoridades começaram a cumprir mandados cujos alvos são os integrantes dessas organizações nesta quinta-feira, 16.

Foram emitidos quatro mandados de prisão e 31 de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos em diferentes estados do país. As informações são da CNN Brasil.

Os agentes estão investigando 15 alvos no Rio de Janeiro, nove em São Paulo, dois no Rio Grande do Sul, dois no Paraná, um em Minas Gerais, um no Rio Grande do Norte e um em Santa Catarina.

A “Operação Bergon”, em referência à freira francesa Denise Bergon, que protegeu crianças judias durante a Segunda Guerra, já prendeu quatro pessoas até o momento, em Campos dos Goytacazes e Valença, RJ, e em Suzano, SP.

As investigações começaram há sete meses, quando a Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) recebeu um alerta do Cyber Lab e da Homeland Security Investigations (HSI), agências governamentais americanas.

De acordo com o portal g1, foi possível apreender um suspeito que fazia parte de grupos de WhatsApp com membros que se autodeclaram nazistas, ultranacionalistas e nacional-socialistas.