Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Ciência

Origem do vulcão Kilauea é revelada em novo estudo

A pesquisa foi publicada este mês na revista Nature Communications

Redação Publicado em 31/05/2022, às 13h28

O vulcão Kilauea em erupção - Divulgação / Youtube / APF
O vulcão Kilauea em erupção - Divulgação / Youtube / APF

Um estudo publicado no dia 26 de maio na revista Nature Communications apontou, pela pela primeira vez, a possível origem do vulcão Kilauea, um dos mais ativos do Havaí atualmente.

Localizado na costa sudeste do arquipélago, o vulcão, que tem entre 210 mil e 280 mil anos, teria emergido acima do nível do mar há cerca de 100 mil anos. De acordo com a revista Galileu, essa é ainda a primeira pesquisa a sugerir que vulcões havaianos nasceram a partir de câmaras de magma, que são piscinas de rocha líquida.

Analisando amostras

Segundo a fonte, os especialistas responsáveis pelo estudo utilizaram um novo método para analisar amostras dos produtos vulcânicos do Kilauea.

Exploramos a formação dessas amostras por meio de trabalho experimental, que envolveu a fusão de rochas sintéticas em altas temperaturas (acima 1100 ˚C) e pressões (acima 3 GPa)”, disse professora da Universidade Monash, Laura Miller, por meio de comunicado.

Além disso, o estudo apontou que a cristalização dos derretimentos vulcânicos havaianos indica que houve o desenvolvimento de uma câmara de magma profunda. Antes dessa pesquisa, acreditava-se que o processo teria se dado de maneira superficial.