Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

"Os espíritos do Bruno estão passeando na floresta", diz a esposa do ativista

Após os últimos achados da PF, a mulher fez declaração nas redes sociais. Veja

Alan de Oliveira | @baco.deoli sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 17/06/2022, às 09h24 - Atualizado às 09h26

Ativista Bruno Pereira Araújo e sua esposa Beatriz de Almeida Matos - Divulgação/Arquivo Pessoal e Divulgação/TV Globo
Ativista Bruno Pereira Araújo e sua esposa Beatriz de Almeida Matos - Divulgação/Arquivo Pessoal e Divulgação/TV Globo

A esposa do indigenista Bruno Araújo Pereira, a antropóloga Beatriz de Almeida Matos, falou através de seu perfil no ‘Twitter’, na quinta-feira, 16, que o espírito de seu marido “está passeando pela floresta”.

Os restos mortais que a Polícia Federal encontrou, tem grande suspeita de pertencerem a ele e ao jornalista britânico Dom Phillips, chegou hoje,17, em Brasília para investigações criminais, como afirma a apuração do portal UOL.

"Agora que os espíritos do Bruno estão passeando na floresta e espalhados na gente, nossa força é muito maior", escreveu Beatriz em uma publicação no Twitter.

Rapidamente, muitas mensagens de carinho e consolação foram enviadas para a antropóloga nas respostas feitas ao seu post.

Uma angústia que pairam 2 semanas

Beatriz chegou a declarar ter muitas esperanças de que seu companheiro e o cidadão inglês estivessem com vida ainda, em entrevista dada para a ‘TV Globo”, na semana passada. 

"Eu acredito que os dois podem sobreviver na floresta, sem comida, ou com os recursos que eles têm. Então, há algo dentro de mim que diz que ele pode estar perdido, que ele pode estar escondido", disse a mulher de Bruno ao Fantástico.