Notícias » Paleontologia

Ovos de dinossauro são encontrados em Presidente Prudente

Originária de uma espécie desconhecida, a ninhada descoberta será estudada e pode representar um grande achado. Entenda!

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 27/12/2021, às 18h00

O paleontólogo William Nava ao lado dos ovos descobertos
O paleontólogo William Nava ao lado dos ovos descobertos - Divulgação / William Nava

Em 2020, no sítio de escavação paleontológica Parque dos Girassóis, foram encontrados fósseis de ovos de uma espécie de crocodilo primitivo, vivendo no mesmo tempo dos dinossauros. Nesta segunda-feira, 27, cerca de um ano mais tarde, então, os paleontólogos responsáveis pelo parque encontraram, quase no mesmo ponto, em Presidente Prudente, uma ninhada de ovos de dinossauros.

No ano anterior, os ovos de crocodilomorfo, uma espécie similar aos crocodilos atuais, foram analisados e considerados uma das maiores descobertas da região. Com os novos fósseis, o território no município de Presidente Prudente será estudado mais uma vez, pois pode revelar um local propício à postura de ovos na era dos dinossauros.

Segundo o paleontólogo principal da descoberta, William Nava, as duas espécies que puseram estes ovos, seja o crocodilomorfo ou o dinossauro carnívoro, teriam habitado a região na mesma época, há milhões de anos.

Os ovos são um pouco maiores do que os de crocodilomorfo, têm a casca mais grossa, com uma textura diferente. Então, estamos associando esses ovos maiores, que são cinco, a alguma espécie de dinossauro terópode", narrou o especialista.

O dinossauro terópode citado por Nava é uma subordem carnívora que, segundo ele, viveu "nesse ponto e o usou milhões de anos atrás para postura desses ovos, ao lado dos crocodilomorfos". "Então é uma descoberta muito importante”, narrou o paleontólogo.

No entanto, mesmo procurando ao redor do local onde os ovos foram encontrados, os paleontólogos responsáveis pelo estudo destes fósseis não identificaram nenhum rastro de dinossauros. Dessa forma, a espécie ainda é desconhecida.

Agora, a ninhada de ovos de dinossauro será enviada ao laboratório da Universidade de Brasília (UnB), como explicado na cobertura do portal de notícias g1.