Notícias » Música

Ozzy Osbourne fala sobre medo de pegar coronavírus e rotina louca na quarentena

O artista afirmou em entrevista que “se eu pegar esse vírus, estou f*odido” e que está “ficando super louco agora”

Isabela Barreiros Publicado em 30/11/2020, às 14h24

O cantor Ozzy Osbourne
O cantor Ozzy Osbourne - Divulgação - Youtube

Embora muitos artistas demonstrem estar vivendo suas vidas normais nessa pandemia do novo coronavírus, Ozzy Osbourne com certeza não é um deles. Em uma entrevista feita recentemente à revista QG, o artista afirmou estar com muito medo de pegar a doença que está causando caos global.

“Eu tenho enfisema [pulmonar], então, se eu pegar esse vírus, estou f*odido”, afirmou o cantor. “Se eu vou lá fora, eu usou uma máscara, mas eu não gosto de usar máscara, então não saio muito”.

O astro do rock disse ainda que sua nova rotina, causada pelo isolamento social na tentativa de conter o vírus, está cada vez mais louca. Para enfrentar esse momento, ele está praticando atividades, no mínimo, incomuns. 

“Eu estou ficando super louco agora. Eu comprei uma arma de ar comprimido e estou atirando chumbinhos na parede todos os dias. Eu estou pegando 10 mil chumbinhos por semana. Bang, bang, bang”, contou.

Quando o produtor Andrew Watt, responsável por um dos álbuns do cantor, testou positivo para a covid-19, Osbournetelefonou para ele frequentemente. O músico lembrou: “Eu liguei para ele todos os dias e ele disse que não conseguia dormir, porque, assim que dormia, ele parava de respirar”.