Notícias » Itália

Padre afirma que Papa Francisco é um ‘herege que deve ser convertido’

A fala de dom Fabio Ragusa ocorreu duas vezes durante a celebração de missas na Itália; o homem foi punido

Redação Publicado em 05/11/2020, às 12h05

Fotografia do Papa Francisco
Fotografia do Papa Francisco - Wikimedia Commons

No último domingo, 1, o padre italiano dom Fabio Ragusa, fez duras críticas ao papa Francisco, o vigário afirmou que o argentino é um "um herege que deve ser convertido", falando sobre as declarações do papa sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo. As informações são da agência de notícias ANSA e foram divulgadas pelo portal Terra.

Durante duas missas realizadas na cidade Borgio Verezzi, na Itália, o padre criticou Francisco, causando indignação nos fiéis — que prestaram queixas contra Ragusa. O ocorrido foi relatado para o bispo local, monsenhor Guglielmo Borghetti, que puniu o vigário.

"Nenhum sacerdote se deve permitir pronunciar palavras semelhantes contra o papa Francisco. Uma ação disciplinar será tomada contra Ragusa que limitará a sua atividade e ele deixará de ser vigário paroquial de Borgio Verezzi", afirma Borghetti.

O episódio conturbado envolvendo a fala de dom Fabio está relacionado ao posicionamento do Papa no documentário Francesco, onde o líder da igreja católica afirma que "as pessoas homossexuais têm o direito de estar em família, são filhos de Deus, têm o direito à família".