Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Rio de Janeiro

Pai de Henry Borel fala sobre Monique e Jairinho: ‘casal macabro’

Nesta quarta-feira, 9, os réus do caso darão suas versões para a Justiça

Redação Publicado em 09/02/2022, às 12h25

Leniel ao lado do filho Henry - Divulgação/Leniel Borel
Leniel ao lado do filho Henry - Divulgação/Leniel Borel

Nesta quarta-feira, 9, Leniel Borel, pai do menino Henry Borel, assassinado em março de 2021, aos 4 anos, concedeu uma entrevista e falou sobre o interrogatório dos réus do caso, que está marcado para a manhã de hoje. 

Sabe-se que o engenheiro é assistente de acusação do processo que em que a mãe do garoto, Monique Medeiros, e o padrasto da criança, Jairinho, são os réus. Essa é a primeira vez que os acusados darão suas versões do caso para a Justiça.

De acordo com informações publicadas pelo O Globo, em entrevista ao jornal, Leniel afirmou não ter expectativas de que a motivação do crime seja esclarecida no interrogatório:

Infelizmente tenho acompanhado a postura desses monstros em caminhar progressivamente com mentiras e manifestações que desvirtuam da verdade, demostrando que continuarei sem conhecer o real motivo do assassinato de uma criança inocente por aquele casal macabro", afirmou.

Borel afirmou que apesar de ser um passo “doloroso” será necessário presenciar mais essa parte do processo “em prol da Justiça pela crueldade que cometeram”.

De acordo com a reportagem, o pai da vítima continuará exigindo esclarecimento: “Continuarei suplicando por justiça e responsabilidade severa para Jairo e Monique”,  disse Leniel, em entrevista ao O Globo.