Notícias » Crimes

Pai de Lázaro afirma que abraçará o filho caso se entregue: "Mas desde que haja arrependimento"

O filho Lázaro Barbosa é procurado por suspeita de matar quatro pessoas de uma família no Distrito Federal

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 22/06/2021, às 10h18

Lázaro foi registrado em câmera de segurança
Lázaro foi registrado em câmera de segurança - Divulgação/YouTube/SBT Jornalismo

Em entrevista ao jornalista José Luiz Datena, apresentador do programa Brasil Urgente pela TV Bandeirantes, o pai do procurado Lázaro Barbosa, suspeito de assassinar quatro pessoas de uma família no Distrito Federal, solicitou que o filho interrompa a fuga e agilize o trabalho da Polícia Civil, que o busca há uma semana na mata densa de Goiás, como informa o portal Metrópoles.

Identificado como Edenaldo, ele afirmou, na última segunda-feira, 22, que não tem medo do filho, mas teme a reação popular em relação aos supostos crimes brutais atribuídos ao suspeito, completando que "as pessoas querem se vingar dele". Acrescentou que não deseja a morte do filho e “nem para ninguém”, deixando claro a aversão às acusações de assassinato.

Aproveitando o espaço, o pai se dispôs a ampará-lo psicologicamente caso o filho se entregue, solicitando calma:  “Se ele vier chorando, pedindo desculpa, pedindo perdão, o papai está com o mesmo coração para abraçar, para dar todo apoio. Mas desde que haja arrependimento”.

Lázaro tem 32 anos e nasceu em Barra do Mendes, na Bahia. Na semana passada, ele mobilizou centenas de agentes de Goiás e do DF para capturá-lo durante a última semana — desde que fez outra família refém. Com uma extensa ficha criminal, ele já era procurado por fugir da prisão em condenações anteriores.