Notícias » Brasil

Pai de menino que morreu engasgado com tampinha se pronuncia

Responsável pela criança de dois anos, que se engasgou com tampa de garrafa pet, está sendo acusado de negligência: ‘Fiz de tudo para salvar a vida do meu filho’

Penélope Coelho Publicado em 12/01/2022, às 10h00

Imagem ilustrativa de tampa de garrafa
Imagem ilustrativa de tampa de garrafa - Divulgação/Pixabay/fotoblend

Na última sexta-feira, 7, o triste caso de um menino de somente 2 anos de idade, que morreu engasgado com uma tampa de garrafa pet, em Macapá, chamou a atenção.

Sabe-se que a criança foi atendida por profissionais do SAMU, mas, não resistiu à obstrução das vias aéreas causada pelo objeto de plástico.

Em documento enviado para a imprensa, o pai de Arthur Gomes Benjamim, Carlos Alberto Gomes Pereira Filho, que trabalha como delegado da Polícia Civil, falou pela primeira vez sobre a tragédia.

De acordo com informações publicadas na última terça-feira, 11, pelo portal de notícias g1, na nota, o homem se defendeu das críticas que vem sofrendo, a respeito de negligência. O menino estava sob os cuidados do pai no momento do ocorrido.

Eu fiz de tudo para salvar a vida do meu filho. Quando ele engoliu a tampinha, estava próximo de mim, e o fez no momento em que eu estava organizando as coisas pós-almoço. Não houve falta de cuidado, ele estava sendo monitorado, foi uma tragédia que eu não desejo a nenhum pai ou mãe”, escreveu.

De acordo com a reportagem, a apuração da polícia em relação ao caso é de caráter criminal, já que segundo as autoridades, ainda não há certeza se houve ou não conduta criminosa do responsável.