Notícias » Oriente Médio

Pai sírio cria jogo para que filha não tenha medo de bombas

Abdullah encontrou uma maneira emocionante para que a sua filha Selva pudesse superar o medo diário. Confira o vídeo!

André Nogueira Publicado em 19/02/2020, às 10h00 - Atualizado às 10h53

Adbullah e Selva em vídeo
Adbullah e Selva em vídeo - Divulgação/Twitter

Um pai da cidade síria de Idib fez viralizar na internet um vídeo em que sua filha Selva ri com os barulhos de bombardeamento do local, após ele ensiná-la uma brincadeira para não temer os estrondos. A ideia de Abdullah al-Mohammad apareceu depois que o ditador Bassar al-Assad retomou em peso os ataques contra os rebeldes no país.

“É um avião ou é uma bala?”, ele pergunta à filha. “Uma bala”, ela responde. “Sim, e quando ele o fizer, riremos”. O método impede que a criança entre em pânico com a consciência real de que sua casa pode ser destruída com o armamento de guerra.

“Ela não entende o que é guerra e eu a faço acreditar que os ruídos provêm de armas de brinquedo”, disse Abdullah ao jornal Sky News. Confira o vídeo emocionante:

O vídeo percorreu o mundo pelo Twitter, passando a ser reproduzido em telejornais e redes sociais do mundo inteiro, que estranha ou admira a precisão do pai, que age num estilo A Vida é Bela (de Benigni). Este é um dos momentos mais violentos desde o início da Guerra Civil Síria, em 2011.

 “Decidi ensinar a Selva esse jogo para impedir que seu estado psicológico desmoronasse. Tento impedir que ela seja afetada por doenças relacionadas ao medo”, explicou ele.