Notícias » Paleontologia

País de Gales: Pegada de dinossauro de 220 milhões de anos é descoberta por garota de 4 anos

Para especialista, este “é um dos exemplos mais bem preservados de qualquer lugar do Reino Unido”

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 02/02/2021, às 08h00

Pegada de dinossauro descoberta
Pegada de dinossauro descoberta - Divulgação - National Museum Wales

Na cidade de Barry, localizada no Vale de Glamorgan, País de Gales, uma menina de apenas quatro anos foi responsável por uma descoberta impressionante: enquanto caminhava pela praia de Bendricks Bay, ela identificou uma pegada na areia.

Lily estava apenas procurando conchas com seu pai, mas acabou descobrindo uma pegada de dinossauro que tem ao menos 220 milhões de anos. Richard, o pai da garota, disse: "Era quase inacreditavelmente realista, simplesmente não conseguia acreditar que era real."

A impressão estava bem preservada na lama e tinha aproximadamente 10 centímetros de comprimento. Ela pertencia a um dinossauro de cerca de 75 centímetros de altura e usava suas duas patas traseiras para andar. 

“Ficamos emocionados ao descobrir que era realmente uma pegada de dinossauro e estou feliz que ela será levada ao Museu Nacional, onde poderá ser apreciada e estudada por gerações”, disse Sally, mãe de Lily.

Cindy Howells, curadora de paleontologia do National Museum Wales, afirmou: “Esta pegada fossilizada de dinossauro de 220 milhões de anos atrás é um dos exemplos mais bem preservados de qualquer lugar do Reino Unido e realmente ajudará os paleontólogos a ter uma ideia melhor sobre como esses primeiros dinossauros andaram”.