Notícias » Paleontologia

Paleontólogo usa vara de pesca para fotografar fósseis e descobre dados inéditos sobre ictiossauros

Nikolay G. Zverkov notou semelhanças intrigantes entre os animais do gênero Nannopterygius, que viveu há 150 milhões de anos

Vanessa Centamori Publicado em 21/05/2020, às 11h34 - Atualizado às 11h35

Pesquisador Nikolay G. Zverkov tirando fotos no Museu de História Natural de Londres (NHM)
Pesquisador Nikolay G. Zverkov tirando fotos no Museu de História Natural de Londres (NHM) - Divulgação / Nikolay Zverkov

O paleontólogo Nikolay G. Zverkov, da Academia de Ciências da Rússia, usou um equipamento bem inusitado para estudar fósseis de ictiossauro: uma vara de pescar. E o resultado foi excelente - com a vara, ele tirou fotos que revelaram informações inéditas sobre o gênero do dinossauro Nannopterygius enthekiodon. 

Os resultados da descoberta foram publicados no jornal científico Zoological Journal of the Linnean Society. Com o objetivo de fazer uma comparação, Zverkov enviou as fotos, que tirou no Museu de História Natural de Londres (NHM), para sua colega, a paleontóloga Megan L Jacobs, da Universidade de Baylor, nos EUA. 

O resultado foi que o pesquisador confirmou sua hipótese sobre o gênero da espécime: tratava-se do mesmo que ele tinha visto em algumas coleções russas. Além disso, a estrutura esquelética do ictiossauro registrado por Zverkov também era muito semelhante a de alguns ictiossauros que sua colega estudava na costa do Canal da Mancha e no Reino Unido. 

Fóssil de ictiossauro / Crédito: Museu Nacional de História de Londres (NHM)

 

Quando os dois especialistas compararam suas pesquisas, descobriram que os espécimes da Inglaterra e da Rússia pertenciam ao mesmo gênero. Dessa forma, foi possível notar que aquele gênero de ictiossauro era o representante mais jovem e também um animal bem mais comum do que se pensava.

"O seu ictiossauro de um metro e meio de altura de cerca de 150 milhões de anos atrás era o menos conhecido e acreditava-se estar entre os ictiossauros mais raros", explicou em comunicado Jacobs sobre o animal fotografado. 

Segundo ela, as fotos de seu amigo permitiram encontrar fósseis do mesmo gênero de ictiossauro em várias coleções ao redor do mundo, não só no Reino Unido e na Rússia, mas também no Ártico. E várias outras espécies de Nannopterygius também foram detectadas. "Podemos dizer que Nannopterygius é um dos gêneros mais difundidos de ictiossauros no Hemisfério Norte", afirmou.