Notícias » Brasil

Pantanal tem o pior outubro já registrado, com mais de 2 mil pontos de incêndio

As informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais indicam que o número mais alto para o mês havia acontecido em 2002

Penélope Coelho Publicado em 29/10/2020, às 09h54

Imagem do fogo no Pantanal
Imagem do fogo no Pantanal - Divulgação/ Sâmia Bomfim/ Twitter

De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), três dias antes de acabar, outubro de 2020 já pode ser considerado o pior mês de outubro da história do Pantanal, com 2.825 focos de incêndio. As informações são do portal de notícias G1.

Desde que o monitoramento do Inpe iniciou, em 1998, o recorde de pontos de incêndio no bioma havia sido registrado há 18 anos, em 2002, com 2.761 focos. Em 2020, 15 dias antes do fim do mês, esse outubro já havia ultrapassado o número de incêndios registrado no mesmo período de 2019.

Neste ano, o bioma também registrou o pior julho e setembro de sua história. Sabe-se que até o momento, o Pantanal enfrenta a mais difícil seca já registrada em 47 anos, esse fator contribui para que as chamas se espalhem mais rapidamente pela região. Contudo, as chuvas ajudaram a diminuir os focos de incêndio.

Porém, os especialistas alertam que o bioma vai demorar para se recuperar de toda a destruição em seu território.