Notícias » Ucrânia

Pãozinho de origem russa pode ter sido usado para envenenar tropas invasoras

Civis ucranianos ofereceram quitutes para militares russos; dois morreram e 28 estão hospitalizados

Fabio Previdelli Publicado em 04/04/2022, às 11h54

O pyrizhky, o pãozinho que pode ter sido usado para envenenar tropas russas
O pyrizhky, o pãozinho que pode ter sido usado para envenenar tropas russas - Divulgação/YouTube/Tastemade Brasil

Após civis ucranianos oferecerem comida aos soldados russos, dois combatentes das tropas invasoras morreram e outros 28 estão internados. A suspeita é que os quitutes, pãezinhos recheados, estejam envenenados

De origem russa, o pyrizhky, como o lanche é chamado, também é muito popular na Ucrânia. A familiaridade com o alimento, inclusive, pode ter sido usada como uma forma de causar pouca desconfiança das tropas russas. 

Com uma massa parecida com uma esfiha fechada, o pão pode ter recheio doce ou salgado, sendo comumente usado como acompanhamento para sopas ou até mesmo como um simples aperitivo.  

Conforme relatado pelo Daily Mail, moradores de Izyum, que fica no Oblast de Carcóvia, no leste da Ucrânia, teriam entregado porções do alimento para militares russos da 3ª Divisão de Fuzileiros Motorizados. 

Após o consumo do mesmo, diversos soldados acabaram hospitalizados na UTI. A Unidade de Terapia Intensiva também abriga outros 500 combatentes que passam por tratamento após ingerirem bebida alcoólica que também foi oferecida pelos civis.